Legalizar o aborto: é pela vida das mulheres! Todas à Marcha das Vadias!

No próximo sábado, dia 30, vai rolar mais uma edição da Marcha das Vadias em São Paulo. O ato vai começar às 11h, no vão do MASP, na Avenida Paulista. Essa manifestação é uma marcha feminista que coloca em discussão diversos temas relacionados à opressão sofrida pelas mulheres. O combate ao machismo nosso de cada dia vai tomar as ruas e, nessa edição de 2015, vai jogar na roda um tema muito polêmico: legalização do aborto.

Muitos se perguntam: o que leva uma mulher a abortar? Falta de condições financeiras para criar uma criança, abandono do companheiro, pressão dos familiares, uma gravidez acidental que interpela seus planos e sonhos para o futuro, falta de preparo psicológico, enfim... Seja qual for a razão, uma mulher só recorre a esse procedimento em situações extremas, porque é um processo muito duro e difícil, tanto pelo procedimento em si, que pode ser fatal se realizado sem assistência médica e por ter de ser feito às escondidas por ser ilegal, quanto pelo julgamento que essa mulher sofrerá pela sociedade.

Mas há algo que não há como negar: o aborto no Brasil é uma realidade. A maioria das mulheres que abortam é casada, contrária ao aborto, possui entre 24 e 39 anos, tem filhos, é religiosa e ganha até cinco salários mínimos. Bem diferente da imagem de uma insensível criminosa que odeia crianças, não? Muitas pessoas conhecem pelo menos uma mulher que abortou. Pode ser sua vizinha, sua irmã, sua prima... E, sejam lá quais foram seus motivos, essas mulheres merecem ser presas pela opção que fizeram? Em nossa opinião, não!

No nosso país, entre 800 mil e 1 milhão de mulheres realizam abortos clandestinos todos os anos e, dentre essas mulheres, cerca de 250 mil delas morrem ou ficam com sequelas. A maioria das vítimas de abortos clandestinos são mulheres pobres e negras, pois são aquelas que, diferente das que podem pagar um aborto seguro caríssimo, realizam o procedimento muitas vezes em clínicas sem o menor preparo, muitas vezes sozinhas em suas casas e, por isso, acabam morrendo. Na prática, o acesso ao aborto, ainda que ilegal, é definido por um critério de classe social.

Além disso, ter a opção de decidir interromper uma gravidez tem a ver com o nosso direito de mandar e desmandar em nossos próprios corpos e nos rumos de nossa vida, sem que o Estado, a sociedade, o marido, pai ou irmão interfiram nisso. Nosso corpo, nossas regras!

Para nós, criminalizar aquelas que abortam tem se mostrado o contrário da defesa da vida. Defender a vida de fato é tomar a única medida que pode acabar com as mortes diárias por abortos clandestinos: legalizando o procedimento e dando todas as condições para que todas as mulheres tenham acesso ao aborto legal, seguro e gratuito!

Apesar de termos uma presidenta que, ainda que mulher, rifou uma luta histórica das mulheres em 2010 quando assinou a “Carta ao Povo de Deus” assegurando que não mudaria a legislação sobre o aborto. Apesar de Eduardo Cunha, presidente da Câmara, que no começo do ano afirmou que não falaria sobre aborto “nem por cima de seu cadáver”. Apesar da cultura machista de nossa sociedade, que quer controlar nossos corpos e vidas. Apesar de tudo isso, nós, mulheres, devemos lutar pelo nosso direito de decidir!

Por isso, nós da ANEL estaremos nas ruas no dia 30/05, marchando pela vida das mulheres, em memória de Jandira, Elisângela e tantas outras clandestinas que perderam suas vidas, vítimas do verdadeiro feminicídio realizado pelo Estado brasileiro. Educação sexual para decidir, anticoncepcionais para não abortar, aborto legal seguro e gratuito para não morrer!

Depois da Marcha das Vadias, convidamos todas as ativistas a vir conosco participar da Assembleia Municipal do Movimento Mulheres em Luta, que vai rolar às 14h do mesmo dia, no Sindicato dos Metroviários de São Paulo.

EVENTO DA MARCHA DAS VADIAS: https://www.facebook.com/events/590854621055580/

EVENTO DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DO MML: https://www.facebook.com/events/757302904387086/

 

Brasil afora

SP   Em breve notícias de SP...

RJ   Em breve notícias de RJ...

BA   Em breve notícias de BA...

MG   Em breve notícias de MG...

PA   Em breve notícias de PA...

RN   Em breve notícias de RN...

RS   Em breve notícias de RS...

SC   Em breve notícias de SC...

CE   Em breve notícias de CE...

PR   Em breve notícias de PR...

MS   Em breve notícias de MS...

SE   Em breve notícias de SE...

PI   Em breve notícias de PI...

PE   Em breve notícias de PE...

GO   Em breve notícias de GO...

DF   Em breve notícias de DF...

AL   Em breve notícias de AL...

AC   Em breve notícias de AC...

AM   Em breve notícias de AM...

ES   Em breve notícias de ES...

AP   Em breve notícias de AP...

TO   Em breve notícias de TO...

RR   Em breve notícias de RR...

PB   Em breve notícias de PB...

MT   Em breve notícias de MT...

RO   Em breve notícias de RO...

MA   Em breve notícias de MA...

Distrito Federal Minas Gerais Rio Grande do Sul Santa Catarina Paraná São Paulo Rio de Janeiro Espírito Santo Mato Grosso do Sul Mato Grosso Goiás Tocantins Bahia Amazonas Pará Amapá Acre Rondônia Roraima Maranhão Piauí Ceará Sergipe Alagoas Pernambuco Paraíba Rio Grande do Norte
 
 
00:00